Arroz de Caracóis









Este arroz não tem muito que saber... depois daquela caracolada toda (aquilo foi comer caracóis até não puder mais)... ainda sobraram uns quantos... e para não os desperdiçar, pensei que esta seria a forma mais fácil de os aproveitar e não me enganei... tirando o trabalho de os retirar da casca, feito pelo meu marido, foi só por o molho de cozer os caracóis a ferver, juntar os caracóis (só a parte boa) e o arroz, mexer e deixar cozer. Retirar o tacho do lume e comer... é uma sensação engraçada sentir aqueles bichinhos no meio do arroz... até a pequena Di achou graça, apontava para o meu prato para eu lhe pôr mais alguns.

Caracóis

Aqui está um belo petisco para um bom fim-de-semana! Com uns pingos de chuva foi começar a ver caracóis por todo o lado. Eu e a pequenita, num dos nossos pequenos passeios a pé começámos a apanhá-los, o meu marido achou graça e pensou... porque não apanhar mais alguns para fazermos uma caracolada!






Entusiasmou-se tanto que apanhou esta panela cheia de caracóis pequenos! Os grandes vão ficar para o próximo petisco. Estão dentro de uma lata a aguardar um final feliz, para nós claro! Aqui foi quando pusemos a panela ao lume. Eu achei super giro, nunca tinha feito tal coisa... achei engraçado, porque eles estavam a querer fugir... e eu mal acabava de os empurrar, já lá vinham os outros a esticar a cabeça...






Eles aqui ainda não sabiam o que lhes ia acontecer!





Depois de todos terem posto a cabeçinha de fora, lume no máximo e bye... bye... Hora de pôr os temperos!






Aqui já estão prontinhos para servir! Uma verdadeira maravilha, para quem aprecia, é claro!



Agora fica a minha receitinha! Feita a olho, no fim provei e o molho estava bom, só faltava esperar pelos convidados, que foram aparecendo com o cheirinho...



Ingredientes:
caracóis
orégãos
folhas de louro
caldo knorr de galinha
limão
dentes de alho
sal
pimenta


Preparação:
Lave muito bem os caracóis em água corrente e abundantemente. Pode juntar um pouco de sal grosso para ajudar na lavagem. Num tacho, coloque os caracóis cobrindo-os com água. Leve a lume brando, até todos os caracóis saírem da casca. Depois coloque o lume no máximo para que eles morram. Agora já pode colocar todos os temperos. Deixe ferver em lume brando, durante cerca de 30 minutos. Rectifique os temperos e sirva quente com um bocadinho de molho.

Croissants Doces e Salgados

Aqui está um aberto ao meio e acabadinho de sair do forno!






Uma parte foi recheada com doce de morango, que são estes!





A outra parte foi recheada com quadradinhos de queijo!


Vi esta receita aqui e como é super simples, resolvi experimentar. Rápidamente sai um lanchinho super saboroso. Para isso é necessário:



Ingredientes:
1 base de massa folhada redonda
doce de morango q.b.
fatias de queijo q.b.
açúcar em pó para polvilhar







Preparação:
Estenda a massa folhada, corte em 12 triângulos, coloque um bocadinho de doce de morango em metade dos triângulos e na outra parte coloque pedacinhos de queijo. Enrole da parte mais larga para a mais fina. Utilize o papel vegetal que vem com a massa, e disponha os croissants num tabuleiro. Leve ao forno a 180º C por 15 minutos ou até dourarem. Retire e polvilhe com açúcar em pó os croissants doces.

Semifrio de Ananás

Para um fim-de-semana bem docinho deixo-vos esta maravilha que já tinha visto aqui e não resisti. Tive que experimentar e gostámos muito. Tem a vantagem de se poder fazer do sabor que quisermos.





Ingredientes:
1 pacote de bolacha tipo maria
100 g de margarina
2 pacotes de gelatina de ananás
2 pacotes de natas
1 lata de leite condensado
6 folhas de gelatina incolor





Preparação:
Triture as bolachas e junte a manteiga derretida, mexa bem e deite no fundo de uma forma de fundo amovível. Leve ao frio. Prepare uma gelatina com metade da água indicada na embalagem, dissolva 4 folhas de gelatina previamente demolhadas e deixe arrefecer. Bata as natas em chantilly, junte o leite condensado e a gelatina já fria misturada com 4 folhas de gelatina. Envolva muito bem e deite sobre a base de bolacha que já deve estar compactada. Leve novamente ao frigorífico até solidificar por 4 a 5 horas. Faça o outro pacote de gelatina, com metade da água indicada na embalagem, dissolva as outras restantes 2 folhas de gelatina já demolhadas e deixe arrefecer. Tire o preparado do frigorífico e deite por cima a gelatina já fria. Leve de novo ao frigorífico de um dia para o outro. Para desenformar, passe uma faca a toda a volta.



Bifinhos de Perú com Queijo e Fiambre




Ingredientes:
Bifes de peru
Fiambre
Queijo
Sal
Pimenta
Ovos
Pão ralado




Preparação:
Tempere os bifes com um pouco de sal e pimenta. Coloque por cima uma fatia de fiambre e outra de queijo. Enrole e espete com um palito. Passe primeiro por ovo batido e depois por pão ralado . Leve a fritar até ficar douradinho. Eu acompanhei com um arroz de cenoura e ervilhas e estava uma delícia!




A outra metade do rolinho, foi para o pratinho do marido!

Quadro Fada do Lar

Aqui está o meu último trabalho feito com este tipo de agulha, não é nada de especial, foi apenas para utilizar o resto do tecido que tinha e algumas lãs. Ficou um bocadinho lol, mas não faz mal... um dia quem sabe poderá valer uma fortuna, ou não!




Beijinhos! E um bom dia!

Red Fish Estufado


Ingredientes:
2 Postas de redfish
Azeite
1 Cebola
1 Dente de alho
1 Folha de louro
Polpa de tomate
Massa de pimento
Vinho branco
1 Cubo de caldo de marisco
1 Pimento
Coentros
Massa




Preparação:
Num tachinho coloque o azeite, a cebola, o dente de alho, a polpa de tomate, a massa de pimento, a folha de louro e deixe refogar. Coloque as postas de redfish, acrescente o vinho branco, o cubo de caldo de marisco, o pimento, um bocadinho de água e deixe estufar. No fim adicione os coentros picados. Sirva com massa cozida a gosto.

Porta Rolos de Papel Higiénico

Este foi o primeiro porta rolos de papel higiénico que fiz...











Este é sem dúvida o meu favorito!










Como não há duas sem três, aqui fica mais um!








Espero que gostem desta minha sugestão, que eu considero ser muito útil e prática!

Arroz com Atum

Simples, simples, não tem nada que saber... quando não me apetece fazer grande coisa, recorro a este pratinho, porque é fácil e gostamos muito do sabor!






Então faço assim, cozo o arroz em água e sal. Depois coloco no prato e espalho o atum por cima e misturo. Costumo acompanhar com uma saladinha...




É muito bom e nestes dias de maior calor sabe mesmo bem, porque enquanto fazemos a mistura, o arroz arrefece ligeiramente e é agradável.

Camarão Frito


Não tem muito que saber, mas eu costumo fazer assim: Dou um corte nos camarões para adquirirem melhor o tempero de sal e piripiri. Numa frigideira coloco manteiga e deixo alourar os camarões de um lado e depois do outro. No fim, espremo sumo de limão, deixo apurar um pouco e estão prontos a servir! Para quem gosta pode acompanhar com mini tostas barradas com manteiga a gosto.

Mini Tarte de Framboesa

Mais uma mini aplicação do meu doce de framboesa! Quando fiz a tarte pastel de nata, sobrou-me um bocadinho de massa quebrada e como eu não gosto de desperdiçar nada... Pensei, vamos lá amassar estas aparas e dar-lhe um novo formato. Fiz um rectângulo e dentro coloquei o meu doce de framboesa. Fechei como se fosse um embrulho, mas dentro do forno, o embrulho começou a abrir sozinho e ficou assim, como podem ver.





Estava ansiosa para comer o presentinho desembrulhado... e não é que estava muito bom! Deu para provarmos os três, mas fiquei com uma pena quando acabou... Ainda estava morna... Fez-me lembrar umas bolachinhas que existem há venda com doce de morango, pelas quais eu também me perco.

Votos de um fim-de-semana bem docinho!!!

Tarte Pastel de Nata

Acabadinha de sair do forno!





Uma imagem aproximada







Pronta a servir!






De todas as receitas que vi, esta foi a que me tentou... optei por não fazer a massa, utilizei uma massa quebrada que estava á espera no frigorífico. Assim é um bocadinho mais rápido e como nunca tinha experimentado, aproveitei... mas deixo aqui a receita original.






Ingredientes:
Massa
150 gr de farinha
100 gr de manteiga
60 gr de açúcar
1 gema
raspa de 1 limão


Creme
4 gemas
6 c. de sopa de açúcar
1 c. e 1/2 de sopa de maizena
500 ml de leite
1 casca de limão
1 pau de canela
geleia de marmelo






Preparação:
Comece por preparar a massa, junte os respectivos ingredientes e amasse bem. Reserve no frigorífico. Depois, prepare o creme. Dissolva a maizena em um pouco de leite. Bata bem o açúcar e as gemas. Adicione depois o leite, a maizena, a casca de limão e o pau de canela. Leve ao lume, mexendo sempre até engrossar. Forre uma tarteira com a massa e verta o creme para dentro. Leve ao forno cerca de 40 minutos em forno médio, até queimar um pouco a superfície como um pastel de nata. No fim, pincelei com um pouco de geleia.


Para a próxima, acho que vou duplicar os ingredientes do recheio, para ficar maior! Mas esta ficou uma maravilha, a pequenita cada vez que via a tarte, não tinha solução, lá tinha que lhe dar um bocadinho! E eu que achava que ela não gostava de doces!!!

Os Meus Tesouros

Hoje, apetece-me publicar algo diferente, mas que eu adoro... as minhas plantinhas! Quem me quiser ver contente é estar de volta delas a arrancar uma ervinha aqui, outra ali, resumindo... tratando delas. Quando estou a fazer isso, é uma libertação, quase que me consigo abstrair de todos os problemas.


Esta tive que a retirar daqui da varanda, com estes dias de calor, quando chegava á noite ela estava desmaiada. Então resolvi retirá-la para a sombra dos sobreiros.




Esta ainda se mantém pertinho da entrada da porta, no início do inverno é que vou ter que a retirar para o interior, porque neste inverno que passou tive lá uma igual que não aguentou...





Um bom dia!

Creme de Custard

Com canela









Simples





Ingredientes:
1/2 litro de leite
2 c. e 1/2 de sopa de custard
3 c. de sopa de açúcar
50 g de manteiga
1 casca de limão
1 pau de canela
canela em pó

Preparação:
Dissolver as 2 c. e 1/2 de custard em 1/4 de litro de leite e misturar bem. Adicionar os restantes ingredientes e levar a lume brando, mexendo sempre com uma colher de pau, até se obter um creme (ponto de estrada). Colocar em taças, polvilhar com canela em pó (ou não) e deixar arrefecer. Colocar no frigorífico de seguida e servir bem fresquinho! Uma maravilha, faz lembrar o arroz doce.

Ervilhas com Ovos Escalfados e Bacon


Ingredientes:
ervilhas
chouriço
ovos
bacon
cebola
dentes de alho
azeite
polpa de tomate
vinho branco
sal
pimenta
tomilho


Preparação:
Num tacho coloque a cebola e os alhos picados, o azeite e leve ao lume a alourar. Adicione a polpa de tomate, o chouriço e o bacon, deixando refogar um pouco. Refresque com um bocadinho de vinho branco e junte as ervilhas, mexendo bem. Deite água até cobrir as ervilhas e tempere com sal, pimenta. Junte um raminho de tomilho e deixe cozer. Quando as ervilhas estiverem quase cozidas deite os ovos um a um com cuidado. Tape e deixe escalfar em lume brando. Está pronto a servir! Bom apetite.

Molotof de Caramelo




Ingredientes:
16 claras
16 c. (de sopa) de açúcar
caramelo e manteiga q.b.






Preparação:
Aqueça o forno a 180º. Coloque no seu interior um tabuleiro com água e umas gotas de vinagre (para não escurecer o tabuleiro). Comece por bater as claras em castelo. Depois adicione o açúcar continuando a bater. Por fim junte o caramelo, misturando bem. Unte uma forma com manteiga e coloque colheradas de claras dentro da forma começando logo a compactar os espaços com a ajuda da colher. Leve ao forno cerca de 20 minutos. Desligue o forno e deixe arrefecer o molotof lá dentro, sem abrir a porta. Depois de bem frio, é só desenformar e cobrir com caramelo líquido.



Ficou ligeiramente marmoreado, caramelo mal envolvido! Mas ficou giro...



Em menos de 24 horas, puf... desapareceu!

Para a próxima à mais.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...