Massada de Salmão e Outros



Ingredientes: ( Para 2 pessoas )
- 200 g de macarrão
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 1 folha de louro
- 2 tomates pelados
- 1 dl de azeite
- 1 raminho de coentros
- 1 posta de salmão grande
- 1 dl de vinho branco
- 1 caldo knorr marisco
- 1 c. (de sopa) de massa de pimento
- delícias do mar
- miolo de camarão
- ameijoas
- sal e pimenta q.b.





Preparação:
Refogue a cebola, os alhos picados e a folha de louro no azeite. Junte o tomate, a massa de pimento, o vinho branco, o caldo de marisco e o salmão cortado em pedaços. Tape e deixe cozinhar por uns minutos. Adicione água na quantidade necessária para cozer a massa, deixe ferver, junte o macarrão e rectifique os temperos. Quase no final da cozedura acrescente o miolo de camarão, as ameijoas e as delícias do mar cortadas às rodelas. Polvilhe generosamente com coentros picados. Sirva.

Moldura de Feltro Personalizada 4













Aqui está, mais uma moldura personalizada por mim, para oferecer a uma menina que fez 3 aninhos! Como quase todas as meninas gostam desta nossa amiga, resolvi arriscar... Isto não é bem um passo-a-passo, mas foi o que mais ou menos consegui registar e considero importante. Espero que gostem! Porque acho que a menina gostou, agora só falta colocar a sua linda fotografia.

Bolo de Amêndoa com Cobertura de Custard e Canela





Ingredientes:

Para a massa
- 6 ovos
- 150 g de açúcar
- 120 g de farinha
- 60 g amêndoa moída com pele
- 60 g de amêndoa moída sem pele


Para a cobertura
- ½ l de leite
- 2 e ½ c. (de sopa) de pó custard
- 3 c. (de sopa) de açúcar
- 50 g de manteiga
- 1 limão (casca)
- 1 pau de canela
- canela em pó q.b.






Preparação:
Unte uma forma redonda com manteiga e polvilhe-a com farinha. Ligue o forno a 180º C. Bata as claras em castelo e junte o açúcar aos poucos, batendo sempre até ficarem bem firmes. Junte as gemas e bata cerca de 5 minutos. À parte, envolva a farinha peneirada com a amêndoa. Misture no preparado anterior, envolvendo delicadamente. Verta a massa na forma, alise-a e leve-a ao forno por 30 minutos. Retire e deixe arrefecer. Vire o bolo sobre um prato de servir. Dissolva o pó custard em ¼ de litro de leite e misture bem. Adicione os restantes ingredientes e leve a lume brando, mexendo sempre com uma colher de pau, até engrossar. Retire do lume e elimine os aromáticos. Deixe arrefecer, mexendo ocasionalmente. Espalhe este creme sobre o bolo. Decore a gosto com canela em pó. Sirva fresco.



Notas:
- Este bolo foi feito para celebrar um dia muito especial! O Nosso Dia!!! Na passada segunda-feira comemorámos as nossas Bodas de Latão!

- A receita foi uma adaptação de uma torta que fiz em tempos, mas desta vez saiu um bolo!

- Para ser surpresa, há hora de almoço, arregacei as mangas e lá preparei o bolinho e a cobertura, mesmo a tempo! Deixei a loiça quase toda lavada... Ficou a faltar o tachinho da cobertura! Estava na hora de voltar ao trabalho e ainda tinha que passar pelo banco!!! Não tive tempo de fazer a decoração, de qualquer modo, aquilo que tinha imaginado, se tivesse tempo, teria que ser adaptado e se calhar até iria correr mal. A decoração ficou para depois, não fosse a surpresa ficar estragada...

- Mas como tive um bocadinho de tempo no meu local de trabalho, criei esta decoração. Era mesmo isto que tinha imaginado... Mas ainda estava com dúvidas se ia correr bem. Porque o molde era um bocadinho mole, mas foi o que me lembrei e o que tinha mais à mão.

- Ao chegar a casa a loiça já estava lavada! O cheiro na cozinha denunciava a presença de algo doce... Jantámos e no fim: - "Então? Não há mais nada?"

- "Sim há, mas podes ir brincar com a Di, depois já vos chamo."

- Alguns minutos depois lá consegui fazer aquilo que pretendia, ou quase com muita calma e descontracção. Mas não correu de todo como eu esperava, quem sabe para a próxima... é que só queria polvilhar ligeiramente a borda, mas como começou a notar-se um círculo mal feito, tive que polvilhar quase tudo, Mas já decidi, vou alterar o molde e transformá-lo num círculo, e assim vou poder polvilhar tudo à vontade!

- Mas fiquei surpreendida foi com a pequenita, que não é muito de bolos e comeu a fatia quase toda do pai! -"É bom!", dizia ela.





Já acabou... Se quiserem uma fatia vão ter mesmo que experimentar!



Creme Custard




Ingredientes:
- ½ l de leite
- 2 c. e ½ (de sopa) de custard
- 3 c. (de sopa) de açúcar
- 50 g de manteiga
- 1 casca de limão
- 1 pau de canela
- canela em pó q.b.





Preparação:
Dissolva o custard em ¼ de litro de leite e misture bem. Adicione os restantes ingredientes e leve a lume brando, mexendo sempre com uma colher de pau, até se obter um creme (ponto de estrada). Coloque em taças, polvilhe com canela em pó e deixe arrefecer. Coloque no frigorífico de seguida.




Notas:
- Aqui estão estas duas taçinhas, fruto do recheio da torta que publiquei ontem. Ao fazer o creme reparei que era uma grande quantidade para rechear a torta. Então assim que retirei do lume coloquei logo nas duas taças e o restante ficou no tachinho a arrefecer. Ocasionalmente ia mexendo o creme que ficou no tachinho, para não formar uma película muito grossa na superfície.

- No final do jantar, soube-me tão bem uma destas taçinhas, já estava com algumas saudades, porque já não fazia há algum tempo.

- Este creme é simplesmente fantástico, até a minha pequenita comeu, ela adora canela e então lá esteve ela toda entretida a rapar a sua taçinha, muito mais pequena que estas, é claro!

Torta Fofa




Ingredientes:
Para a massa- 4 ovos
- 100 g de açúcar
- 2 c. (de sopa) de água morna
- 100 g de farinha com fermento
- manteiga e açúcar em pó q.b.




Para o recheio
- ½ l de leite
- 2 e ½ c. (de sopa) de pó custard
- 3 c. (de sopa) de açúcar
- 50 g de manteiga
- 1 limão (casca)
- 1 pau de canela
- açúcar e canela em pó q.b.




Preparação:
Unte um tabuleiro com manteiga e forre-o com papel vegetal untado. Ligue o forno a 190º C. Bata bem as gemas, junte-lhes metade do açúcar e a água morna. Bata mais um pouco. À parte, levante as claras em castelo e, no final, adicione-lhes o restante açúcar. Bata de novo. Envolva as claras batidas, no preparado de gemas, assim como a farinha peneirada. Verta a massa no tabuleiro e leve-o ao forno por 12 minutos. Retire e deixe arrefecer. Vire o bolo sobre um pano, polvilhado com açúcar em pó e descole o papel vegetal. Reserve. Dissolva o pó custard em ¼ de litro de leite e misture bem. Adicione os restantes ingredientes e leve a lume brando, mexendo sempre com uma colher de pau, até engrossar. Retire do lume e elimine os aromáticos. Deixe arrefecer. Com o auxílio de uma espátula, espalhe este creme sobre a torta e enrole-a com o auxílio do pano. Apare as extremidades e sirva a torta, decorada a gosto com açúcar e canela em pó.




Notas:
- Esta receita foi adaptada por mim, de um suplemento de cozinha, da revista Tv 7 Dias.

- O tipo de massa descrito era diferente, mas como me dou tão bem com este tipo de massa, que resolvi não arriscar. Talvez o faça quando encontrar um tabuleiro maior, porque quando uso 6 ovos a torta fica um bocadinho grossa e não dá tantas voltinhas...

- Na receita original também dizia para polvilhar o creme com canela em pó antes de enrolar a torta, mas só me lembrei disso depois de já a ter enrolado... Paciência, fica para uma próxima, por isso é que a resolvi decorar com canela em pó.

- Ficou mesmo muito FOFA! Experimentem e deliciem-se...



Cilercas com Ovos Mexidos e Bacon



Ingredientes:
- cilercas (míscaros)
- fatias de bacon
- 2 ovos
- 1 dente de alho
- 1 folha de louro
- azeite
- sal e pimenta q.b.




Preparação:
Arranje e lave muito bem as cilercas, corte-as em laminas e tempere com sal. Leve ao lume uma frigideira com o azeite, a folha de louro, o dente de alho laminado, o bacon cortado em pedaços e as cilercas. Deixe cozinhar até ficar tudo douradinho. No final, junte os ovos e quando começarem a cozer mexa com uma colher de pau, para ficarem bem envolvidos. Sirva de imediato acompanhando a gosto.

Notas:
- Eu acompanhei com umas batatas fritas aos cubos e uma salada de alface e tomate. Mas também pode servir de petisco, apenas como uma entrada.

- Nós aqui chamamos cilercas, mas também há quem lhes chame míscaros, cogumelos selvagens,...

Flores, Plantas e Árvores da Quintinha

Aqui temos os meus primeiros tomateiros, penso serem tomates chucha!


Aqui um tomateiro de cacho!


Aqui um tomateiro chucha em pormenor...


Aqui, as batateiras...


Novamente as batateiras...


A flor da batateira...


As batateiras e a vinha...


Coentros em flor!


É muito bonita a flor, não acham?


A vinha...


A cerejeira...


O meu monte... de pedras!


O que sobrou da pêra abacate...


Sobrou apenas o pau, que agora está a rebentar...


Aqui, não se dá bem... Nós bem que a tapámos, mas o inverno foi muito rigoroso...

Espirais com Atum Gratinado



Ingredientes: ( Para 2 pessoas )
- 180 g de espirais
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 2 c. (de sopa) de polpa de tomate
- 2 c. (de sopa) de azeite
- 2 latas de atum
- 200 ml de molho béchamel
- queijo ralado e sal q.b.




Preparação:
Coza a massa em água e sal e reserve. Entretanto, refogue a cebola e os alhos picados no azeite. Junte a polpa de tomate e, mais tarde, o atum. Deixe ao lume por uns minutos, mexendo de vez em quando, para não pegar. Misture o preparado de atum com a massa e metade do molho béchamel. Envolva bem e de seguida, verta este preparado num pirex de ir ao forno. Cubra com o restante molho e polvilhe com o queijo ralado. Leve ao forno a gratinar.





Notas:
- Como não tinha queijo ralado, com a ajuda de uma faca bem afiada cortei umas fatias de queijo flamengo em tiras fininhas e espalhei por cima, ficou igualmente bom.

Os Meus Fisális

Este é o mais pequeno, queimou-se todo no inverno, entretanto, rebentou e agora já está assim... As fotos foram tiradas no dia 13 de Maio. Como era o dia da espiga, resolvi andar a tirar fotos às minhas árvores e plantas...












Está ligeiramente protegida, para a fase de adaptação a este sol que agora começa a ser excessivo. Como ela ainda não está habituada, porque esteve sempre tapada, convém ficar assim mais uns tempinhos e depois sim, posso retirar a protecção...




Esta é a outra planta, que nunca se queimou, porque esteve sempre tapada, mas noutra zona da quintinha... Quando fui ver como estava, apanhei um susto, porque já estava enorme!!! Então coloquei logo umas caninhas para tentar suportar aquilo tudo, porque o ano passado, ela cresceu para todo o lado e já não sabia por que ponta lhe havia de pegar...


















As flores são muito bonitas, mas as frutinhas são ainda melhores, quem está ansiosa que amadureçam é a minha pequenita, que não deixa escapar uma!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...