Pescada Frita com Migas

Hoje trago uma refeição que é muito do meu agrado… Mas desta vez, para variar um bocadinho, juntei uns cubinhos de batata às migas.
 
 





 

Ingredientes:
folhas de couve
batatas aos cubinhos
feijão encarnado cozido
broa de milho
dentes de alho
folha de louro
sal
azeite
 


Preparação:
Lave as folhas de couve, enrole-as e corte em juliana. Leve-as a cozer em água temperada de sal juntamente com as batatas. No final da cozedura junte o feijão cozido. Num tacho refogue no azeite os dentes de alho com a folha de louro e a broa de milho esfarelada. Junte as couves bem escorridas com o feijão e as batatas. Envolva bem. Sirva de imediato.
 
Notas:
- Eu acompanhei estas migas com umas postinhas de pescada fritas! Estava tudo uma maravilha, pelo menos ninguém se queixou!
 
 
 

 

Lombo de Porco Aromatizado de Laranja com Castanhas e Laços Milaneza

No dia 25 Outubro, comemorou-se o dia mundial das massas e o Blog Cinco Quartos de Laranja em parceria com a Milaneza está a promover um desafio intitulado Um prato de massa Milaneza com um toque de laranja. Esta foi a receita que eu escolhi para participar no passatempo. Espero que gostem.
 
O produto Milaneza que escolhi foi Laços (Farfalle).
 




Ingredientes:
Lombo de porco
Cebola
Alhos
Louro
Azeite
Margarina
Sal
Pimenta
Raspa de 1 laranja
Sumo de 2 laranjas
Castanhas
Laços Milaneza

 

Preparação:
Corte o lombo de porco em fatias finas e tempere a gosto com sal e pimenta. Junte a raspa e o sumo de laranja. Deixe marinar durante 30 minutos. Coza a massa em água temperada com sal, de acordo com as instruções da embalagem e reserve. Coza a massa em água temperada com sal , seguindo as indicações do fabricante. Reserve.Coza a massa em água temperada com sal , seguindo as indicações do fabricante. Reserve.Coza a massa em água temperada com sal , seguindo as indicações do fabricante. Reserve.Numa frigideira coloque o azeite, a margarina, a folha de louro e os alhos esmagados. Quando estiver quente, junte a cebola cortada em meias luas e o lombo bem escorrido, deixe fritar de um lado e depois vire para fritar do outro lado. Quando o lombo estiver frito, junte as castanhas e o sumo de laranja. Deixe apurar um pouco e sirva com a massa. Acompanhe com uma saladinha a gosto.




Bom Apetite!
 
 
 
 

Semifrio de Bolo de Cacau e Mousse de Morango

Há muito que os morangos caseiros já se foram, mas em boa hora congelei a polpa dos mesmos com o açúcar nas quantidades certas para agora poder realizar estas sobremesas! A decoração é que fica mais pobre, mas o sabor, esse é o mesmo de sempre. Nada melhor que os morangos caseiros da horta dos pais! Esta receita tinha-a visto numa edição de Abril da revista Maria e ficou logo debaixo de olho. Muito simples e até posso dizer que foi de rápida confecção, porque a parte dos morangos já estava feita.
 
Agora deixo a receita como estava descrito na revista. Espero que gostem e para o ano já sabem, se tiverem muitos morangos aproveitem é que eu já andava farta de comer tantos morangos e agora uma sobremesa destas é sempre bem-vinda e ninguém diz que não!
 






Ingredientes:
Para o bolo
5 ovos
125 g de açúcar
125 g de farinha
2 c. (de sopa) de cacau em pó

Para a mousse
4 folhas de gelatina incolor
4 folhas de gelatina vermelha
400 g de morangos
180 g de açúcar
4 dl de natas
4 claras

Preparação:
Do bolo
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre o fundo de uma forma redonda de 22 cm com papel vegetal antiaderente, unte com manteiga e polvilhe com farinha. Numa tigela, bata os ovos com o açúcar até dobrar de volume. Peneire a farinha com o cacau e envolva-os delicadamente. Verta na forma e leve a cozer durante 20 minutos. Deixe arrefecer e desenforme.

Da mousse
Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Lave e arranje os morangos. Coloque-os num tacho com 100 g do açúcar e leve a lume brando, mexendo de vez em quando, até cozer. Retire do lume, triture e coe; junte as folhas de gelatina escorridas e mexa bem. Deixe arrefecer um pouco. Bata as natas bem firmes, junte-as ao preparado de morango e mexa. Bata as claras em castelo e, aos poucos, sem parar de bater, junte o açúcar restante. Envolva delicadamente ao preparado anterior. Com uma faca, corte o bolo em duas partes, na horizontal. Coloque uma parte de bolo no fundo de uma forma redonda de mola com 24 cm e verta depois 1/3 do recheio de morango. Coloque a outra parte do bolo e cubra com o restante recheio. Leve ao frigorífico para solidificar. Retire do frio, desenforme e decore a gosto.
 
 



Notas:
- A minha decoração foi bem simples, utilizei chantilly, folhas de hortelã, missangas prateadas e uma rosa feita por mim em pasta de açúcar.
 
 
 
- Parece-vos bem esta minha sugestão? E a dica de congelar os morangos prontinhos a utilizar numa sobremesa?
 
 
 
 

Pizza Sangria Tetley

Domingo, domingo, … O que é que querem para o jantar?
- PIZZA, pizza,…
 
Muito rápida, prática e melhor que as de compra! Pelo menos podemos fazer ao nosso gosto.
 
Esta sugestão também serviu para participar num passatempo, é o chamado 2 em 1!
 






Ingredientes:

Para a massa:
250 g de farinha
15 g de levedura fresca
150 ml de água
30 ml de azeite
sal


Para o recheio:
polpa de tomate
cebola
queijo flamengo
bacon
fiambre
cogumelos
azeitonas
orégãos
sementes de sésamo
queijo mozzarella ralado

 
Preparação:
Misture a levedura na água, a qual deve estar quente. Deite a farinha numa tigela e adicione a levedura misturada, o azeite e o sal. Mexa bem e, depois, trabalhe a massa formando uma bola suave e elástica. Tape a massa e deixe-a levedar num local quente durante cerca de 30 minutos. Unte ligeiramente o prato Crisp com azeite. Achate a massa com as mãos até ela ocupar todo o prato Crisp e, depois, pique-a com um garfo. Espalhe uniformemente a polpa de tomate pela massa. Acrescente depois os restantes ingredientes em quantidades a gosto. Polvilhe generosamente com o queijo mozzarella. Coza a pizza durante 14-15 minutos com a função Crisp, do forno microondas, ou num forno tradicional até ficar douradinha.
 
 
Notas:
- Sim, ainda ganhei um prémio com esta participação!
 
 
 
 

Semifrio Pudim de Morango e Chocolate

Já apresentei esta receita aqui, mas é sempre bom recordar, principalmente para quem chega aqui pela primeira vez…
 
 
É uma sugestão muito rápida e prática e não tem nada que saber, o mais engraçado, é que ao fim de três experiências deste género, os provadores manifestaram a falta de café nas bolachas!!! Só a mim, das outras vezes ninguém se queixou, se as passar por café a coisa pode não correr muito bem… A sugestão foi: - “Apenas uns borrifos!”
 
Portanto, fica a sugestão dos BORRIFOS de CAFÉ!
 





Ingredientes:
- 1 embalagem de pudim de chocolate Boca Doce
- 1 embalagem de pudim de morango Boca Doce
- 1 lt de leite
- 1 pacote de bolacha tipo Maria


 

Preparação:
Comece por fazer o pudim de morango com 0,5 lt de leite e conforme as instruções da embalagem. Deixe arrefecer um pouco e verta metade para uma forma rectangular forrada com película aderente, cubra com bolacha e verta o restante pudim, cobrindo novamente com bolacha. Faça o pudim de chocolate com o leite restante e repita o procedimento como fez com o pudim de chocolate. Termine com bolacha. Leve ao frio para solidificar e ficar bem fresco. No momento de servir, decore a gosto.

 

Notas:
- Há pessoas que já manifestaram a dificuldade em manter as bolachas no sítio, porque elas subiam… O processo é simples, basta colocar o pudim devagarinho, com a ajuda de uma colher e no fim de cada camada, colocar no frigorífico para solidificar a superfície.

 

 

Enroladinhos de Porco, Fiambre e Queijo







Então para o dia de hoje temos uns rolinhos bem deliciosos.

 

Precisamos de umas bifanas de porco temperadas a gosto com sal e pimenta, fatias de fiambre e queijo.

 

Colocamos a bifana, a fatia de fiambre e a fatia de queijo. Enrolamos em forma de rolinho e prendemos com a ajuda de palitos. Numa frigideira colocamos um fio de azeite e um bocadinho de margarina, umas folhas de louro, uns alhos esmagados e cebola cortada às rodelas. Deixamos refogar um bocadinho e juntamos os rolinhos. Deixamos fritar de um lado e depois do outro. No final basta colocar um bocadinho de cerveja e deixar apurar o molhinho!

 

Acompanhamos com uma massinha e uma saladinha bem colorida temperada com sal, azeite, vinagre e algumas ervas aromáticas. Bom Apetite!

 

Beijinhos e bom fim-de-semana.



Mousse de Dióspiro

Continuando nos dióspiros que agora existem por todo o lado, pelo menos aqui e em enorme quantidade, tenho que lhes dar algum uso diferente, que o simples e assim poder alargar o leque de oferta do meu livro de receitas. Esta sugestão vi-a aqui e como rendeu uma quantidade bem grande, optei por não colocar o chantilly como a fonte o mencionava. Assim já é tão bom, que na minha opinião não vale a pena juntar mais umas calorias.
 



Ingredientes:
2 dl de natas
600 g de dióspiros bem maduros
3 gemas de ovos
2 claras
130 g de açúcar
2 folhas de gelatina incolor


Preparação:
Com uma faca bem afiada e algum cuidado, retire a casca aos dióspiros. Reduza, depois a puré e passe por uma peneira de rede. Bata as gemas com o açúcar, até obter um creme fofo e esbranquiçado. Misture o puré ao preparado de ovos. Bata as natas em chantilly e envolva-as ao creme de dióspiro. Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Leve ao lume, em banho-maria, as folhas de gelatina escorridas. Mexa, até se dissolverem, e incorpore no creme. Bata as claras em castelo bem firme e envolva cuidadosamente no preparado de dióspiro. Deite a mousse numa taça e leve ao frigorífico por umas 3 horas. Sirva bem fresca decorada a gosto.






Notas:

- Esta foi mais uma receita aprovada para os dióspiros. Todos gostaram da experiência, mesmo os que não gostam do fruto ao natural.

 

-É uma mousse muito fresca e agradável.

 

- O açúcar deve ser ajustado de acordo com a doçura dos dióspiros, no caso dos meus era capaz de retirar umas 20 gr, nada de especial.

 

- Os ovos, esses convém serem mesmo frescos!

 

- Eu já congelei polpa de dióspiro na quantidade certa para bolos e outras receitas que possam surgir.

 

- Será que vale a pena experimentar?
 
 
 
 

Bacalhau com Arroz e Grão





Naqueles dias em que não deixei nada a descongelar esta é uma das minhas soluções… Basta colocar o bacalhau e os ovos a cozer. Depois de ferver uns minutinhos, retiro o bacalhau para lascar e coloco o arroz para cozer. Rectifico os temperos e coloco novamente o bacalhau já em lascas. Quase no final da cozedura do arroz, junto um bocadinho de grão. Coloco no interior do tacho um fio de azeite e umas folhinhas de hortelã, que lhe dá aquele aroma! Depois é só descascar os ovos e empratar!!! Não se iludam esta azeitona não foi para mim! A pequena gosta muito delas assim como do grão.
 
 
 
Simples, rápido e prático? Penso que sim.
 
 
 
 

Semifrio de Dióspiro

Aqui está uma das minhas 3 receitas testadas e aprovadas do passado fim-de-semana, que se revelou bastante doce e agradável. Já tinha guardado esta receita há algum tempo e sempre com uma enorme curiosidade em experimentar. A sugestão veio do blog Artes Viagens e Sabores da Alcina.
 

 

 



Ingredientes:
dióspiros maduros
2 dl de natas
2 c. (de sopa) de açúcar em pó
bolacha Maria ralada
nozes picadas
vinho do Porto


Preparação:
Bata bem as natas em chantilly e quando estiverem bem firmes, junte o açúcar e bata mais um pouco. Em tacinhas individuais coloque uma camada de bolacha ralada no fundo, uma camada de natas, nova camada de bolacha e termine com natas. Limpe o dióspiro de peles e triture com a varinha mágica, com umas gotas de vinho do Porto. Coloque por cima das natas. Polvilhe com nozes picadas e leve ao frigorífico até à hora de servir.


Notas:
- Eu adorei! Fui a primeira a deliciar-me com esta maravilha e mais tarde por sugestão da Alcina saboreei uma que tinha colocado no congelador e que retirei antes de iniciar a refeição.

 

- Só posso dizer Obrigada Alcina, por esta maravilhosa sugestão e dicas. Porque assim passei a congelar a polpa dos dióspiros que neste momento tenho em abundância e durante o ano posso preparar deliciosas sobremesas. Valeu bem a pena esta dica, não valeu?
 
 
 
- Eu optei por colocar em tacinhas individuais, porque guardei as restantes no congelador e assim quando me der vontade, tenho uma sobremesa só para mim!
 
 
 
 

Pizza Mozzarella

A melhor pizza de sempre, não sei explicar o porquê, mas soube-me mesmo bem! Estaladiça, crocante, deliciosa e bem acompanhada pelo novo chá gelado da Tetley! Voltei à massa base inicial e usei um copo bem redondinho para fazer de rolo da massa já dentro da forma… A preguiça!!! Ou a falta de tempo…
 







 
Ingredientes:
Para a massa:
250 g de farinha
15 g de levedura fresca
150 ml de água
30 ml de azeite
sal
 
Para o recheio:
polpa de tomate
cebola
queijo flamengo
bacon
salsichas
pimento vermelho
azeitonas
fatias de queijo mozzarella
orégãos
queijo mozzarella ralado
fio de azeite
 
Preparação:
Misture a levedura na água, a qual deve estar quente. Deite a farinha numa tigela e adicione a levedura misturada, o azeite e o sal. Mexa bem e, depois, trabalhe a massa formando uma bola suave e elástica. Tape a massa e deixe-a levedar num local quente durante cerca de 30 minutos. Unte ligeiramente o prato Crisp com azeite. Achate a massa com as mãos(ou rolo) até ela ocupar todo o prato Crisp e, depois, pique-a com um garfo. Espalhe uniformemente a polpa de tomate pela massa. Polvilhe com orégãos e acrescente depois os restantes ingredientes em quantidades a gosto. Termine com um fio de azeite e coza a pizza durante 14-15 minutos com a função Crisp, do forno microondas, ou num forno normal até ficar douradinha.
 
 
Notas:
- Orégãos, muitos orégãos!!!
- São servidos? Uma fatia grande ou pequena?
- Esta deu para 2 adultos e 1 criança que ADORA Pizza! Nunca deixa escapar um domingo, eu é que tenho que lhe dar a volta, quando quero fazer outro tipo de refeição!
 
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...